Sóror – Uma roda de mulheres, de saberes e partilhas

nozes em paraty
Quem diria que uma foto tirada em um passeio de barco em Paraty, em maio de 2016, ilustraria um importante passo que eu daria, um ano e meio depois? ❤

Primeiro eu preciso dizer que foi SUPER difícil mesmo chegar até o momento de realmente verbalizar: SIM, eu quero muito fazer um encontro com mulheres para poder partilhar o que comecei a aprender viajando. Sério, gente. Foi bem complicado. Ainda é.

Mas ver pouco a pouco a coisa se formando tem me acalmado. E ter o apoio da minha irmã Gabriela nisso foi incrível. Ainda mais quando ela me disse que também gostaria de compartilhar o que ela tem vivido. Caramba! Nem sei traduzir o que senti. Foi além de um simples suporte.

Se minha irmã que sempre esteve colada em mim é cheiona de umas vontades e sonhos que eu nem sabia, imagina o tanto de amigas e conhecidas que temos ao nosso redor transbordando sensações e experiências pra partilhar???

Tenho trabalhado bastante com meus medos, sabe? E especificamente em relação a essa vontade de realizar este encontro de mulheres, ficava pensando coisas do tipo “quem é você na fila do pão para falar qualquer coisa, Bruna?” (aqui a importância do diálogo com minha mana e outras amigas). E eu também fritava que o evento seria tão grande, tão mirabolante e tão cheio de parcerias, que seriam necessárias zilhões de reuniões, além de um calendário que não sei se nessa Era eu iria conseguir alcançar. Enfim. Uma “autosabotagenzinha” básica, conhece?

Até que meditando pensei:
– Pra quê complicar? Por que simplesmente não reservar o salão do prédio, avisar algumas amigas e fim?

Pronto. Resolvido.
Vamos?

Já temos uma estrutura para o encontro, momentos de falas, partilha e atividades. Adianto que irei contar sobre como minha saída de Campo Grande, em janeiro de 2013, se transformou em uma vida nômade. E a Ga, em como a reeducação alimentar dela a levou para um processo de autorreflexão que ela não esperava. (Ela perdeu mais de 20kg em um ano, genteee!!)

E por mais que eu esteja pensando infinito em como vai ser, o que falar, como abordar, estou aberta para o momento, para o que irá rolar quando nos juntarmos.
É isso.

Quando me reuni com minha irmã para falarmos sobre o evento, refletimos bastante sobre alguns possíveis nomes, mas nenhum nos pareceu legal o suficiente. Daí pensei que teria que ser algo relacionado ao amor de irmãs, por que né? =D Pensa daqui. Pensa de lá. E então lembrei da palavra sororidade*… Corri pra pesquisar mais no Google e descobri que a raiz da palavra em latim é sóror e quer dizer irmã.

E somos. Todas.

* Sororidade: união entre mulheres, baseada na empatia e no companheirismo.

 

-> Para evento no Facebook, clique aqui. <-

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s